Category Archives: Chronicles of Darkness 1e

Guia rápido para usar o Tarot em crônicas

Guia rápido para usar o Tarot em crônicas

O livro Keys to the Supernatural Tarot, publicado pela Onyx Path como um suplemento de Mago: o Despertar oferece vários caminhos e possibilidades para utilizar o baralho de tarot no RPG. Desde a aplicação disso em histórias como um recurso narrativo até a criação de personagens utilizando os arquétipos das cartas. Também oferece a possibilidade de pensar nas cartas como objetos encantados de extremo poder que existem desde Atlântida e que estão perdidas atualmente. Minha intenção aqui é explicar um pouco sobre como funciona e dar uma visão breve sobre cada uma das cartas para que você possa utilizar esse recurso de modo prático na sua crônica. Não é algo voltado apenas para Mago, mas para qualquer cenário de RPG. Entender o funcionamento das cartas se tornou uma paixão muito forte para

Read More

Cobertura CofD Day 2016

Cobertura CofD Day 2016

No dia 29 de Outubro, os Cronistas das Trevas, com a permissão da Onyx Path e em parceria com diversos fãs e grupos de RPG, realizou a segunda edição do CofD Day. Antes chamado de NWoD Day, o dia nacional de jogar os RPGs da linha Chronicles of Darkness foi um enorme sucesso, no qual participaram 14 (!) cidades do norte ao sul do país e obteve um público de mais de 160 Narradores e jogadores.

Princess – The Hopeful – Analise

Princess – The Hopeful – Analise

Um jogo narrativo sobre lutar contra o medo. Criar suplementos de fãs para o Novo Mundo das Trevas (desde quando ainda se chamava assim) sempre foi um passatempo popular entre os habitantes do fórum RPGnet. No entanto, Princess: The Hopeful é o único que se originou de uma paródia. Combinar o Mundo das Trevas com a pompa e brilho de um anime de Mahou Shoujo? Certamente ninguém seria capaz de levar a sério.

Eu devia ter ido jogar Pokemon GO

Eu devia ter ido jogar Pokemon GO

Essa semana eu aceitei um convite para ir jogar Vampiro (a Máscara, não o Réquiem), com um mestre que eu já havia jogado antes. Nas últimas vezes que eu joguei com ele, tinha visto que ele era um mestre muito organizado e que fazia bem sua lição de casa. Praticamente todo NPC tinha ficha, a cidade era bem mapeada, ou seja um cara que se prepara. Infelizmente era um mestre que ainda pode melhorar. Mas, querendo dar uma chance e esperando que ele tivesse melhorado com o tempo, como um bom vinho, eu fui.

Entrevista Exclusiva: Martin Ericsson (White Wolf) para o Cronistas das Trevas!

Entrevista Exclusiva: Martin Ericsson (White Wolf) para o Cronistas das Trevas!

(The original interview in English is available here) Os Cronistas das Trevas Br têm a honra de trazer com exclusividade uma entrevista com Martin Ericsson, o Lead Storyteller [Narrador Principal, algo como um “Diretor Criativo”] da White Wolf. Isso mesmo que você leu, temos aqui a primeira entrevista em português do principal responsável pelo desenvolvimento do Mundo das Trevas!