Tag Archives: VtM

Botequim das Trevas #04

Botequim das Trevas #04

Sejam bem-vindos ao nosso Botequim das Trevas, um podcast descontraído no qual, entre um gole e outro, conversamos sobre algum tema ligado ao Chronicles of Darkness. Mais curto, sem cortes, sem lei, e claro, com muita zoeira. No episódio de hoje, vamos conversar sobre Vampiro: a Máscara 5e! Mais especificamente, sobre o “playtest do pré-alpha” que foi lançado pela White Wolf. Esse playtest está repleto de inovações e, como vem sendo costume com a nova White Wolf, muitas controvérsias sobre o seu conteúdo. Agora senta aí e tome uma conosco no Botequim mais sobrenatural da cidade!

Crônicas do Velho Mundo – Mestrei V5, e aí?

Crônicas do Velho Mundo – Mestrei V5, e aí?

Antes de continuar quero dizer que traduzi a aventura que veio junto com o playtest, ele está aqui pra você que quer jogá-la com seus amigos. Baixe aqui para experimentar. Quanto a mim vou contar como foi a minha experiência. A começar dois jogadores chegaram quase um hora atrasado, o que me deixou sem opção além de acelerar a aventura. A aventura tem tempo estimado de 4 horas, eu terminei em três e vinte mais ou menos. então talvez isso tenha sido o motivo de eu não ter tido nenhum frenesi na mesa. Consideração sobre os jogadores Acho essencial para esse tipo de jogo que você conheça os jogadores, principalmente por causa que as experiências deles modificaram sua tomada de ações. Amelina foi interpretada por Adriano, um jogador das antigas que não

Read More

Precisamos falar sobre a [nova] White Wolf

Precisamos falar sobre a [nova] White Wolf

Para quem não sabe, em outubro de 2015 a White Wolf foi comprada pela empresa Paradox Interactive e, desde então, tem feito vários anúncios relacionados ao Mundo das Trevas (WoD). A história inteira você pode conferir: aqui. Há algumas semanas, a White Wolf lançou dois jogos eletrônicos novos, um para Vampiro: a Máscara e outro para Mago: a Ascensão. Esse lançamento, no entanto, gerou uma grande comoção negativa na comunidade internacional em função de um dos escritores que foi escolhido e contratado pela White Wolf: Zak Smith.